TOIL

LABUTA leva-nos à Ribeira da Barca, na ilha de Santiago - Cabo Verde - onde, por várias gerações, a atividade da apanha de inertes foi a única fonte de rendimento.

Cabe às mulheres, as cuidadoras por excelência deste território, alimentar e educar filhos e netos e, por isso, foi principalmente a elas que coube a extração de areias.

Hoje, a procura pelos inertes entrou em queda, devido à proibição da atividade e à introdução da areia de britadeira no mercado cabo-verdiano.

Bloqueadas entre o impacte ambiental da única atividade que desde sempre desempenharam e a necessidade de continuar a cumprir o papel de cuidadoras nas suas famílias tendencialmente numerosas e monoparentais, persistem em entrar mar adentro ou em cirandar na ribeira em busca de areia para venda.

Por fim, fica no ar a pergunta: que futuro?

Doc. 21'. cor. Cabo Verde. 2022

Realizadoras - Inês Alves e Lara Plácido

Fotografia - Grace Ribeiro e Lara Plácido

Montagem - Lara Plácido

Desenhos - Inês Alves

Produção. - Projeto Impact

SELECAO_OFICIAL_2022_ing_preto.png
OFFICIAL SELECTION - KUGOMA Film Forum Mozambique - 2022.png
AHRFF OFFICIAL SELECTION LAUREL 2022.png
LABUTA.jpg
OFFICIAL SELECTION - International African Film Festival in Argentina 2022 - 2022.png
Seleção Oficial - Entre Olhares (Positivo).png